26 Caldas Novas
  • segunda, 06 de abril de 2020 as 05:48h

'PAPAI MAU MATOU MINHA MÃE': FILHA DE TRÊS ANOS ACUSA ACUSA PAI DE CRIME

"Ela saiu correndo para dentro de casa, gritando que tinha tomado um tiro e caiu. A filha dela, de três anos, viu toda a cena. Ela ficou dizendo: 'papai mau matou minha mãe'. É de partir o coração", diz uma familiar da atendente de caixa Valéria Garcia, de 31 anos. A vítima foi morta a tiros pelo ex-marido e a filha de três anos presenciou o crime em Itanhaém, no litoral paulista. O homem fugiu.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira (17), na porta da casa da vítima. Ela conversava com um colega de trabalho em frente à residência, na rua Tupinambás, no bairro Iemanjá, quando foi alvo do tiro à queima-roupa.

Segundo a família de Valéria, a criança, ao ver a mãe caindo no chão, ainda tentou acordá-la e abrir os olhos da atendente de caixa. "Ele já tinha ameaçado a Valéria, mas ninguém acreditava que ele seria capaz de chegar a esse ponto. Ela [vítima] era muito apegada aos pais e a irmã, então estão todos muito abalados, não conseguem nem falar do assunto agora. Realmente estão sem chão", diz a familiar.

Conforme relataram familiares ao G1, Valéria era muito querida pelos amigos, família e até mesmo clientes do supermercado em que trabalhava. "Perder ela em um crime de feminicídio é uma dor que não dá para explicar. Ela tinha uma vida inteira pela frente. Mês que vem a filha dela faria aniversário e ela já estava preparando a festinha", relata outra integrante da família.

Valéria será sepultada na manhã desta quarta-feira (18). Nas redes sociais, moradores da cidade e pessoas que a conheciam lamentaram o ocorrido e pediram por justiça. O caso foi registrado no DP Sede de Itanhaém e será investigado pela Delegacia de Investigações Gerais da cidade.

Relembre o caso
 
Valéria foi morta a tiros pelo ex-marido. De acordo com o relato de familiares que preferiram não se identificar, o homem já havia passado pela rua dela dirigindo um carro. Na ocasião, ele teria dito à vítima que ela 'ainda iria dar valor a ele' e foi embora. Pouco tempo depois, voltou com uma arma e efetuou muitos tiros em sua direção.

A vítima foi atingida por um disparo no peito e foi levada às pressas por vizinhos a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu e morreu. O colega, que conversava com ela no momento do crime, não se feriu. De acordo com a Polícia Civil, o ex-marido fugiu e não foi encontrado até o momento.

Por G1 Santos

Foto: Arquivo Pessoal

Mais Notícias

Mais Vistos

Esportes

MÃE DE GUARDIOLA MORRE NA ESPANHA APÓS CONTRAIR...