26 Caldas Novas
  • quinta, 02 de abril de 2020 as 11:36h

GO: AO RETORNAR PARA CALDAS NOVAS, ÔNIBUS É BARRADO COM MAIS DE 50 PASSAGEIROS

Um ônibus de excursão com 56 pessoas, que saiu do Espírito Santo com destino a Caldas Novas, foi parado pela Polícia Rodoviária Estadual em Corumbaíba - cidade no sul do estado que faz divisa com Minas Gerais - em meio à tentativa de controlar o avanço do coronavírus em Goiás.

O veículo foi escoltado pelos policiais até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Caldas Novas, onde os 54 passageiros e dois motoristas passaram por triagem e foram colocados em isolamento. O grupo, que é de Caldas Novas, havia feito uma viagem a passeio para Guarapari (ES) e tentava retornar à cidade das águas quentes.

Segundo a coordenadora de vigilância epidemiológica de Caldas Novas, Gislene Cotian, afirmou que a ação é uma medida de precaução contra a disseminação do coronavírus.

"Nós sabemos que estamos com transmissão local em todo o país, então estamos adotando precauções tanto para os passageiros quanto para a população de Caldas Novas. Vamos examinar todos para que eles voltem com tranquilidade para suas casas e permaneçam em isolamento domiciliar por 14 dias", disse.

Um novo decreto do governo de Goiás, publicado na sexta-feira (20), proibiu o ingresso e circulação de transporte interestadual de passageiros, público e privado, de pessoas provenientes de estados que tenham contágio confirmado de coronavírus ou decretada situação de emergência. No entanto, a medida só começaria a valer, oficialmente, a partir de terça-feira (24).

De acordo com a assessoria da prefeitura de Caldas Novas, o atendimento foi feito na cidade pois a prefeitura de Corumbaíba se recusou a fazer o atendimento médico por lá. A reportagem tenta um posicionamento da prefeitura de Corumbaíba sobre a situação.

O grupo chegou a percorrer cerca de 1.300 km na rodovia antes de ser parado em Goiás. O Espírito Santo, estado visitado pelos passageiros, possui 16 casos confirmados por coronavírus até a última atualização desta reportagem.

Por Lis Lopes, Giuliane Nascimento e Rayane Marinho, G1 GO e TV Anhanguera

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Mais Notícias

Mais Vistos