26 Caldas Novas
  • segunda, 06 de abril de 2020 as 06:46h

GOIÁS TEM 29 PESSOAS COM CORONAVÍRUS E INVESTIGA 1,3 CASOS SUSPEITOS

Boletim divulgado na noite desta terça-feira (24) pela Secretaria Estadual de Saúde confirma 29 pessoas com coronavírus em Goiás e que há 1.336 casos suspeitos em investigação. Outros 220 casos suspeitos foram descartados e inexiste registro de mortes pela doença no estado.

As confirmações foram registradas nos municípios de Goiânia (15), Rio Verde (5), Anápolis (3), Aparecida de Goiânia (2), Jataí (1), Catalão (1) e Valparaíso de Goiás (2).

O Ministério da Saúde havia divulgado 27 casos confirmados em Goiás, durante videoconferência com jornalista em Brasília.

Os dados são os que estão registrados no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de Goiás. A secretaria estadual ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

Após os primeiros casos confirmados, o governo estadual decretou uma série de medidas para conter o avanço da doença, como suspensão de aulas, fechamento de shoppings centers e comércios, além de instituir o trabalho em casa para funcionários públicos.

Os dados são os que estão registrados no banco de dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de Goiás. A secretaria estadual ressalta que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

Após os primeiros casos confirmados, o governo estadual decretou uma série de medidas para conter o avanço da doença, como suspensão de aulas, fechamento de shoppings centers e comércios, além de instituir o trabalho em casa para funcionários públicos.

Por Rafael Oliveira, G1 GO

Foto: Ho Yeh Li/Arquivo pessoal

Mais Notícias

Mais Vistos

Cidades

GO: CUNHADO DE DEMÓSTENES MORRE VÍTIMA DO COVID-19