26 Caldas Novas
  • domingo, 12 de julho de 2020 as 03:40h

GO: EM MINEIROS, PREFEITURA DETERMINA A INTERDIÇÃO DE FRIGORÍFICO APÓS AUMENTO DE CASOS DE CORONAVÍRUS ENTRE FUNCIONÁRIOS

A unidade do frigorífico Marfrig em Mineiros, no sudoeste do estado, terá de ser interditada após a pandemia de coronavírus avançar pelo interior do território goiano. Após pedido do Ministério Público de Goiás, a prefeitura acatou a recomendação e determinou o fechamento por meio de decreto municipal.

A cidade registra mais de 200 casos confirmados da doença, sendo 43 detectados apenas no frigorífico, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

O G1 questionou a assessoria de imprensa da Marfrig, por e-mail, sobre o fechamento da unidade e se os colaboradores foram submetidos aos exames que identificam o vírus, mas a companhia disse que não vai comentar o caso.

O decreto assinado pelo prefeito Agenor Rezende (MDB) foi publicado na segunda-feira (22), considerando o avanço da contaminação no âmbito local, em especial nos trabalhadores do frigorífico, que tem o coeficiente de incidência aproximadamente dez vezes superior ao do município e do estado.

A suspensão das atividades foi determinada até o dia 29 de junho, podendo ser prorrogada caso exija a situação epidemiológica monitorada pela Vigilância Sanitária ou recomendação das autoridades de saúde.

Em caso de desobediência ao decreto, a prefeitura estipulou multa de R$ 100 mil. Se houver reincidência, o valor sobe para R$ 300 mil.

Recomendação do MP
 
O órgão expediu tal recomendação baseada na alta taxa de contágio do coronavírus, o que implica em "evidente perigo" porque os frigoríficos são "ambientes propícios para a disseminação do vírus" e os trabalhadores laboram em ambientes fechados, com baixa renovação de ar.

Segundo o MP, a suspensão do frigorífico como medida preventiva pode evitar o colapso na rede de saúde municipal.

Os promotores Henrique Golin e Daniel Roberto Dias do Amaral, que assinaram a recomendação, haviam constatado inicialmente 28 funcionários infectados entre 14 e 20 de junho. Porém, a Secretaria de Saúde informou que o número subiu para 43.

Por Rafael Oliveira, G1 GO

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
 

Mais Notícias

Mais Vistos

Tecnologia

USO DE APP ESPIÃO PARA VIGIAR PARCEIRO CRESCE...